Oceanos

Se pudéssemos imaginar o planeta Terra sem água, como seria?

Fonte: Le Monde

Nosso planeta é azul, oceanos, mares, lagos, calotas polares e rios cobrem mais de 70% do nosso planeta e desses aproximadamente 97% é água salgada. Porém, se toda a água da Terra fosse sugada e se agrupasse em uma esfera, teria apenas 1.385 km de diâmetro. Para entender melhor, a água na Terra é como um papel de presente recobrindo uma bola de boliche. Do espaço o azul é tudo que pode ser visto, mas sua massa representa apenas 0,023% da massa do planeta.

 

Dessa forma, a água é mais rara do que parece e é a origem e o que suporta a vida no planeta Terra. Mas, os oceanos são vistos como vastos, possuem 29% da biodiversidade e 99% da vida do planeta em termos de volume. Produzem 70% do nosso oxigênio, o verdadeiro pulmão do nosso planeta. Os oceanos abrigam de longe, a maior abundância e diversidade de vida, da superfície banhada pelo Sol às profundezas com mais de 4,2 mil metros. Controlam a química do planeta, lançando na atmosfera a mesma água que voltará para a Terra e para o mar através da chuva, da neve e do granizo, reabastecendo rios, lagos e aquíferos subterrâneos.

 

Mesmo distante dos oceanos ou mesmo se jamais tenha visto ou tocado o mar, ele toca toda a população e vida do planeta todos os dias, em cada vez que se enchem os pulmões de ar, cada gota de água que se toma e cada alimento que se come. Os oceanos absorvem cerca de 50% do dióxido de carbono produzido por nós amortecendo os impactos do aquecimento global. Mas, esse sistema de suporte à vida, os oceanos, estão ameaçados. Nos últimos dez anos, perdemos cerca de 90% dos peixes conhecidos e de valor comercial e 75% da vida marinha se esgotou. Espécies que são retiradas do ecossistema sem terem tempo de se recompor. Desde o século XX, centenas de milhões de toneladas de vida marinha foram retiradas do mar e milhões de toneladas de resíduos foram despejados nele.

 

Outros problemas que ameaçam a vida são as formas de pesca predatória, que reduzem populações, descartam animais depois de mortos e destroem habitats, matando milhares de mamíferos, aves, tartarugas marinhas e outros peixes e invertebrados pela pesca incidental. São aproximadamente 80 milhões de toneladas de peixes sendo pescados.

 

A preocupação também se estende aos corais que são devastados na pesca predatória como as redes de arrasto de fundo, e seu branqueamento pelas mudanças climáticas e aquecimento global. O pH dos oceanos (a medida de acidez e alcalinidade) está mudando por causa do acumulo de gás carbônico (CO2), que é transformado em ácido carbônico (H2CO3), atingindo não só os corais mais também moluscos e plânctons (organismos essenciais para a nossa sobrevivência). 

 

Adiante a isso, a ONU (Organização das Nações Unidas), coloca a conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável como o objetivo 14 dentro dos 17 objetivos de desenvolvimento sustentável, em que todos os países do mundo devem implementar nos próximos 15 anos, até 2030. Dentre os tópicos do objetivo destaca-se o valor econômico dos oceanos. Mundialmente, os recursos marinhos e costeiros e das indústrias tem um valor de mercado de 3 trilhões de dólares por ano que representa 5% do PIB global. A pesca emprega cerca de 200 milhões de pessoas e 3 bilhões de pessoas dependem dos oceanos como fonte primaria de alimentação. Subsídios para a pesca estão causando redução de 50 bilhões de dólares por ano.

 

Diante da importância dos oceanos para a manutenção da vida e do crescimento exponencial da população e do consumo, tornam-se imprescindíveis ações que visem sua preservação.

Referências:

EARLE, S. The world is blue: How our fate and the ocean's are one. Washington: National Geographic, 2010. 319 p.

Le Monde. Combien d’eau y a-t-il sur Terre.  22 maio 2012. Disponível em: <http://passeurdesciences.blog.lemonde.fr/2012/05/20/combien-y-a-t-il-d-eau-sur-terre/>. Acesso em: 24 maio 2018.

ONU. Nações Unidas no Brasil. Transformando nosso mundo: Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável. 13 out. 2015. Disponível em: <https://nacoesunidas.org/pos2015/agenda2030/>. Acesso em: 24 maio 2018.

Defensores do oceano precisamos de você!

fale com a gente!

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
© COPYRIGHT 2017, DIREITOS RESERVADOS SEAMADE PROJECT